Google
 

sexta-feira, 13 de julho de 2007

Entrevista com Luis João. Treinador dos Juniores

Com o intuito de dar a conhecer as caras do presente e do passado do clube, o Blog do Atlético do Cacém publica hoje uma entrevista de Nuno Gaspar ao treinador da nossa equipa de Juniores, o Prof. Luís João, responsável pela orientação técnica da equipa A nos últimos jogos da pretérita época que colmatou a saída de Pedro Valido e que garantiu a almejada permanência.

Segue na íntegra a entrevista dada ao Site Não Oficial:

Temos o prazer de conversar com o treinador que há mais tempo tem dedicado o seu tempo em prol do nosso Atlético do Cacém, Luís João, treinador e coordenador das camadas jovens do Cacém, que na época passada ainda chegou a treinar a equipa sénior do Cacém na 3ª Divisão, chegando ao fim do campeonato numa posição que não sendo de mérito foi muito boa, após os condicionalismos apresentados. Luís João está a cerca 9 anos à frente das equipas Juniores do Atlético, tendo mesmo no ano passado conquistado a melhor posição de sempre do Clube em campeonatos da Associação de Lisboa. De referir que este treinador nas equipas do Cacém já conseguiu três subidas de divisão. Tem para este ano a ambição de melhorar e como coordenador do futebol jovem o seu principal objectivo é sedimentar as equipas de Juvenis e Iniciados na Divisão de Honra da A.F.L., pois só assim temos condições de no futuro as equipas seniores terem matéria prima jovem de qualidade formada no clube. Reafirma que a Divisão de Honra da A.F.L. de Juniores é um campeonato muito linear em relação á competitividade, pois existem muitas boas equipas com o mesmo nível competitivo e com grande valor, por isso o Cacém está envolvido numa boa competição. Chega a dizer que na efectividade o Cacém tem muitas dificuldades em ter muitos jovens a treinar no Joaquim Vieira, quer por o complexo estar um pouco distante do centro da cidade, quer por estar longe das estações de comboios, tendo os atletas dificuldades de locomoção, pois têm caminhos obscuros e perigosos para se deslocar, para isso a direcção disponibilizou uma carrinha para tentar colmatar essa situação. Mesmo com estas contrariedades, os bons jovens que no Joaquim Vieira desfrutam o prazer de competir, quando têm a oportunidade de evoluir nas equipas seniores, são relegados para outros clubes da região, uma situação que por mim não se chega a perceber. Luís João, não chega também a compreender como é que no decorrer do brilhante campeonato de Juniores realizado o ano passado, a assistência de público aos seus jogos era muito reduzida e pouco efusiva.

- Porque razão não continuou nos seniores A ?
- Por opção. Foi convidado mas por questões de incompatibilidade profissional não pode aceitar.

- Qual é a sua ambição para o campeonato deste ano?
- A ambição incutido nos Jogadores tem que ser a de melhorar cada vez mais, se na época passada ficamos em 6ºlugar como é evidente este ano temos que ter o objectivo de ficar nos primeiros cinco lugares. Neste escalão a exigência já se aproxima muito dos seniores, portanto, estes jovens têm que aprender a jogar um futebol maduro e de qualidade rapidamente.

- Se o Atlético do Cacém este ano conseguir subir para a 2ª Divisão Nacional, como será para o ano?
- Eu acho que o Futebol Juvenil do Cacém tem que evoluir muito antes de podermos pensar na subida de divisão, não nos podemos esquecer que os Juniores subiram divisão na época 2005/2006,portanto mais vale dar passos seguros do que apressados e errados.

- Como será a equipa este ano? , Visto que na época passada subiram muitos jogadores para a equipa sénior!
- A equipa esta época vai ser forte novamente, ficamos com 11/12 jogadores do plantel do ano passado e com a entrada de alguns novos valores concerteza, vamos ter uma equipa muito competitiva.

- Temos caras novas vindas principalmente de onde?
- Nas camadas Jovens não temos a facilidade de poder escolher, nem oferecer subsídios como nos Seniores, portanto, temos que trabalhar para arranjar Jogadores e aproveitar os que aparecem.
Esta época tal como a anterior é natural que também venham alguns jogadores do Real.

- Como será a sua relação com os treinadores dos seniores?
- Espero que seja bom. Desde que haja respeito e dialogo, da minha parte não existiram problemas.

- Tem como adjunto José Cruz, há quanto tempo? Como é a relação entre ambos?
- Trabalho com o Zé há três/quatro anos, é um grande amigo e um grandíssimo profissional.

Entrevista por Nuno Gaspar

2 comentários:

A. Marques da Silva disse...

Ao ler esta entrevista não posso deixar de mandar um grande e forte abraço ao Prof. Luis João ! ... um excelente treinador, competente, um homem com H grande e fundamentalmente, uma pessoa que está sempre com o ACC, isto sem olhar a titulos ou cargos ! ... bem haja e assim continue.

Viva o ACCacém.

Anónimo disse...

eu digo e posso-mo aqui assumir com as equipas que este treinador teve o ano passado tinhamos equipa para tar na segunda nacional no ano do xina nito, branco, fabio que tava numa forma espectacular o andre o guarda redes k parecia o iker casilas, o beleza e o pita na defesa, no ataque a "besta" fisica e goleadora do daniel, fogo grande equipa que em certos jogos não ganhou por causa de opções bastante erradas ainda se lembram de um cacém vs carcavelos onde o cacém gahava por 2-0, o carcavelos tinha um jogador a menos, e deu a volta ao marcador e dps de tar a perder por 3-2 nos descontos o nosos mister decidi por o daniel e o beleza??? nessa epoca so dou valor a um jogo k tenha visto, foi o cacem vs olivais a equipa a perder 2-0 ao intervalo este treinador começa a primeira parte faz uma substituição , espectacular depois nito deslumbra-se e o cacém faz uma recuperação exelente, e viu-se k tb teve mao psicologica do mister, mas dps no fim fez vergonhas no ano em k subiu subiu com sorte e tinha so um jogador k jogava o nito o resto andava atrás dele , e akela serie tava mesmo frakinha